.posts recentes

. "O melhor do mundo são os...

. Dia do Amor

.arquivos

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008


Domingo, 7 de Março de 2010

"O melhor do mundo são os amigos"

Amigos mal de quem os não tem, fazem parte do melhor do mundo. Sei que com eles posso contar, que procuram ter disponibilidade e tempo para mim. E os desabafos sabem tão bem, é tão bom ter ouvidos amigos que não se cansam da sua missão e que me dizem umas boas verdades, se tiver que ser. E vejam como sou felizarda, tenho sete seres extremamente especiais comigo. Com supremacia feminina mas só em número, aí vamos nós rumo a momentos muito aconchegantes, divertidos e únicos. Entre vinho e comida, ficamos também saciados de conversa, risos, momentos cheios de descontracção e de cumplicidade que só irrompem porque se gosta, porque se confia, porque se respeita o outro nas suas maiores e mais pequenas virtudes. Sinto-me à vontade para ser eu, para dizer coisas mais “doidas”, mais descabidas, sem pudor, sem temor de que me avaliem ou que mal de mim pensem, porque sei que não me expulsam da ordem, sou membro cativo no papel dos estatutos e no coração de cada um deles. Obrigada, Tertulianos.


publicado por teladosentir às 16:12

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Domingo, 15 de Fevereiro de 2009

Dia do Amor

Uma pessoa que muito estimo disse que o dia dos namorados deveria ser banido do calendário. Neste dia, casais unidos pela flecha do cupido teimam em não esconder que são um só e que aproveitam o dia de São Valentim para dar um pontapé à crise e convidar a cara metade para um belo jantar calmo e romântico num restaurante, que de só e de calmo não tem nada, porque mais casais tiveram a mesma ideia. Esta pessoa que muito estimo fica enervado por este dia, que de Nacional tem pouco, mover tanta gente, mover tantas rosas, mover tantos presentes, mexendo assim a economia e o rol de beijos, abraços e de "gosto muito de ti". Realmente, costuma-se dizer que dias de cupido deveriam ser todos os dias, mas talvez assim, com um "dia 14 de Fevereiro" olhemos verdadeiramente para quem mora a nosso lado. E como andamos distraídos, o dia de São Valentim constitui-se como lembrete, como aqueles que colocamos no telemóvel para que não esqueçamos datas ou acontecimentos importantes. Nós que sofremos da doença de pensar que tudo é certo, que o amanhã virá sempre e que coisas ou pessoas têm lugar cativo. Por isso, este dia lembra-nos que não devemos adormercer na sombra, porque o amanhã se quiserem a Deus pertence mas o presente pertence-nos a nós, e por isso nada melhor que valorizar um bom colo, um bom coração e um bom corpo a corpo, porque se vale a pena, pelo menos por agora, vale a pena dizer "gosto tanto de ti", comprar uma rosa pintada com um beijo que de tímido não tem nada. E quando não há tempo para dizer nada verdadeiramente sentido neste dia do amor, é muito mau sinal, é sinal que a rosa perdeu a cor e que o beijo começou a ser tímido, e talvez para esta gente o dia do amor não devesse existir, ou porque este lhes lembra o quanto se sentem sós ou porque se sentem pesados pela infindade de dias que deram à sua cara metade... resta que tenhamos vontade para mudar e lutar para voltar a sentirmo-nos parte do mundo dos afectos e dos olhares correspondidos que de tímidos não têm nada! 


publicado por teladosentir às 20:08

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.tags

. todas as tags