.posts recentes

. "Palavras para quê"

. "O melhor do mundo são os...

. Vale a pena pensar nisto

. Filhos de pais em guerra

. "Mudar é bom"

. "O amor veio para ficar"

. Parabéns Ritas

. "Quem é vivo sempre apare...

. Uma casa portuguesa

. "Play sempre"

.arquivos

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

Terça-feira, 24 de Fevereiro de 2009

Palavras para quê

Há quem cante para seus males espantar, eu escrevo para me libertar e para os meus males sacudir. As palavras têm para mim alma e o poder terapêutico de me tornarem mais leve. Talvez por isso, escreva para mim mesma, escreva porque me sabe bem dar vida às coisas que sinto, às coisas que vejo, às coisas que anseio. E talvez por isso escreva para mim mesma, e coisas menos agradáveis, que certamente inquietam ou deixam surpreso a quem põe os olhos naquilo que é "meu". Talvez não aparente quem sou realmente, talvez seja um produto que olhando por fora não parece o que é por dentro, daí o conceito de "publicidade enganosa". As pessoas têm de mim a imagem de pessoa doce, que tem comissão com o sorriso e a simpatia, por esbanjá-los "a torto e a direito". E depois quando olham o que cá vai dentro, parece-me que ficam um pouco desiludidas e decepcionadas. Parecem ter dificuldade em suportar as minhas dúvidas, as minhas inseguranças, os meus sentires e a minha procura. Por isso, sou egoísta ao escrever, porque dedico as palavras a mim mesma, porque escrevo porque me faz falta, preciso de o fazer como preciso de me alimentar ou beber. Escrevo porque gosto, deixa-me mais leve, mais confortada e mais serena. É a minha terapia, não penso nos olhos que me vão ler, não penso no que vão pensar, nem penso muito no que escrevo, sai... Penso só em mim e no bem que me proporciona. Mas como as palavras a todos pertencem, partilho o que é meu, porque sei que também vou receber o que é de alguém e um comentário que me irá preencher, acompanhar e fazer reflectir!  


publicado por teladosentir às 20:17

link do post | comentar | favorito
|

4 comentários:
De rosafogo a 24 de Fevereiro de 2009 às 22:17
Este seu texto com que hoje nos presenteou fez-me
lembrar uma das quadras primeiras que fiz e que diz
assim:
Não tenho prata nem ouro
Mas sou feliz mesmo assim!
Palavras são meu tesouro
São elas que falam por mim

Simples, mas na simplicidade também há beleza.
Comigo também acontece, escrevo para mim e
partilho apenas com quem gosta

Boa semana




De Maria de Jesus a 24 de Fevereiro de 2009 às 22:58
O Homem vale mais quando inquieto. Vale mais quando pergunta. Vale mais quando procura!
O Bonito não está na trivialidade nem no comum do dia a dia.
Natural: é a dúvida; o ora ser, ora não ser feliz; querer um hoje diferente dum ontem, e depois reconhecer que ambos estão certos.
Se o Homem não fosse inquieto e se não perguntasse eternamente, o Mundo não conheceria o progresso.

Por isso, conhecê-la e depois ler o que escreve, não decepciona mas surpreende agradavelmente.

Beijinhos com muita ternura.


De mg_criacoes a 25 de Fevereiro de 2009 às 20:12
Ainda bem que temos a liberdade de escrever aquilo que sentimos, muitas vezes serve de "escape" às nossas rotineiras preocupações, às nossas ralações, a maioria das vezes com um maior sentido, do que verdadeiramente tem...
Damos muita importância a aspectos que só nos fazem sofrer enquanto desperdiçamos energias para aqueles que valem a pena lutar.
Um dia destes ouvia alguém dizer o seguinte: Os problemas que não têm solução simplesmente ignoro-os (não vale a pena desperdiçar energias com coisas para as quais não existe solução!); os que têm solução, resolvo-os rapidamente (para não me aborrecer mais!). Desta forma tenho tempo para desfrutar do melhor que a vida me oferece, simplesmente VIVER!


De serip a 26 de Fevereiro de 2009 às 01:34
As andorinhas estão a chegar!
Olhe em frente e veja a rapidez e graciosidade com que passam!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.tags

. todas as tags