.posts recentes

. "Palavras para quê"

. "O melhor do mundo são os...

. Vale a pena pensar nisto

. Filhos de pais em guerra

. "Mudar é bom"

. "O amor veio para ficar"

. Parabéns Ritas

. "Quem é vivo sempre apare...

. Uma casa portuguesa

. "Play sempre"

.arquivos

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

Domingo, 15 de Fevereiro de 2009

Dia do Amor

Uma pessoa que muito estimo disse que o dia dos namorados deveria ser banido do calendário. Neste dia, casais unidos pela flecha do cupido teimam em não esconder que são um só e que aproveitam o dia de São Valentim para dar um pontapé à crise e convidar a cara metade para um belo jantar calmo e romântico num restaurante, que de só e de calmo não tem nada, porque mais casais tiveram a mesma ideia. Esta pessoa que muito estimo fica enervado por este dia, que de Nacional tem pouco, mover tanta gente, mover tantas rosas, mover tantos presentes, mexendo assim a economia e o rol de beijos, abraços e de "gosto muito de ti". Realmente, costuma-se dizer que dias de cupido deveriam ser todos os dias, mas talvez assim, com um "dia 14 de Fevereiro" olhemos verdadeiramente para quem mora a nosso lado. E como andamos distraídos, o dia de São Valentim constitui-se como lembrete, como aqueles que colocamos no telemóvel para que não esqueçamos datas ou acontecimentos importantes. Nós que sofremos da doença de pensar que tudo é certo, que o amanhã virá sempre e que coisas ou pessoas têm lugar cativo. Por isso, este dia lembra-nos que não devemos adormercer na sombra, porque o amanhã se quiserem a Deus pertence mas o presente pertence-nos a nós, e por isso nada melhor que valorizar um bom colo, um bom coração e um bom corpo a corpo, porque se vale a pena, pelo menos por agora, vale a pena dizer "gosto tanto de ti", comprar uma rosa pintada com um beijo que de tímido não tem nada. E quando não há tempo para dizer nada verdadeiramente sentido neste dia do amor, é muito mau sinal, é sinal que a rosa perdeu a cor e que o beijo começou a ser tímido, e talvez para esta gente o dia do amor não devesse existir, ou porque este lhes lembra o quanto se sentem sós ou porque se sentem pesados pela infindade de dias que deram à sua cara metade... resta que tenhamos vontade para mudar e lutar para voltar a sentirmo-nos parte do mundo dos afectos e dos olhares correspondidos que de tímidos não têm nada! 


publicado por teladosentir às 20:08

link do post | comentar | favorito
|

6 comentários:
De rosafogo a 15 de Fevereiro de 2009 às 22:36
Tantos dias no calendário
Porque não um dia dedicado ao Amor?!
Que pode ou não durar!
Dias que são o sumário
de alegrias ou de dor!?
Mas Amar é sempre Amar!

Viva o Amor



De teladosentir a 19 de Fevereiro de 2009 às 15:54
Palavras para quê!.. vamos regar e celebrar o amor e amar até mais não!


De Maria de Jesus a 18 de Fevereiro de 2009 às 14:15
Não sou fã dos dias dedicados a isto ou àquilo embora reconheça que para “os mais distraídos” é sempre bom lembrar. No nosso país, a comemoração do dia dos namorados a 14 de Fevereiro é relativamente recente e nunca fez parte do meu universo. Choca-me o aproveitamento comercial a meter pelos olhos de todos, os artigos prontos para venda, naquele dia. Contudo, porque não? Celebrar o amor, lembrar a outrem que amamos e lembrarem-nos que somos amados é sempre reconfortante. Então, sim ao DIA DOS NAMORADOS!!!


De teladosentir a 19 de Fevereiro de 2009 às 15:53
O amor não se gasta e deve ser sempre homenageado, não é preciso dia certo, fazêmo-lo no nosso dia-a-dia quando queremos ou sem termos por vezes grande consciência disso! Também não gosto da visão comercial em que este dia se tornou, mas ajuda a lembrar os mais distraídos e acomodados de que o amor tem que ser regado e celebrado!


De serip a 20 de Fevereiro de 2009 às 01:57
Como se por distracção se possa amar!
Não há amor distraído, ou a palavra está erradamente escrita e não será uma mas sim duas, mera questão fonética. Os despertadores do amor são biológicos, instintivos quase irracionais e não gostaria de pensar o contrário .


De mg_criacoes a 20 de Fevereiro de 2009 às 21:37
Toca mas é a namorar mais e a pensar menos no resto...isso é a melhor forma de celebrar sempre o amor, não deixar apagar o melhor que há dentro de cada um de nós!

Para os distraídos é necessário haver um dia para celebrar porque nos outros esquecem-se de olhar, simplesmente olhar, para quem está ao seu lado!
Sei que não é o teu caso...


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.tags

. todas as tags