.posts recentes

. "Palavras para quê"

. "O melhor do mundo são os...

. Vale a pena pensar nisto

. Filhos de pais em guerra

. "Mudar é bom"

. "O amor veio para ficar"

. Parabéns Ritas

. "Quem é vivo sempre apare...

. Uma casa portuguesa

. "Play sempre"

.arquivos

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

Terça-feira, 23 de Dezembro de 2008

Quero estar onde não estou

O dia passa por nós veloz,

Deixa-nos ora sol ora chuva,

Toca-nos ora de quente ora de frio,

Veste-nos ora de dia ora de noite,

Fala-nos ora com suavidade ora com brusquidão,

Envolve-nos ora com desejo ora com apatia,

Acompanha-nos ora com sentir ora com despir,

Ora nos sentimos bem ora nos sentimos mal,

Ora nos sentimos grandes ora nos sentimos pequenos,

Ou queremos gente, abraços e toques,

Ou afastamos essa gente, esse abraço, esses toques,

Ora nos apetece levantar, sorrir e cantar,

Ora nãos nos apetece levantar, sorrir e cantar,

Há dias em que sentimos o mundo connosco,

E há dias em que o sentimos a lutar connosco,

Ora nos sentimos princesas,

Ora nos sentimos tudo menos princesas,

Há dias em que tudo o que temos nos satisfaz,

E há dias em que nada nos satisfaz,

Ora sorrimos para a vida que temos,

Ora lhe chamamos madrasta,

Há dias em que nos sentimos seguros e confiantes,

E há dias inseguros e incrédulos,

Há dias em que o mundo parece pequeno,

E noutros parece grande e assustador,

Ora amamos muito,

Ora não amamos assim tanto,

Há dias em que a vida só tem sentido se for partilhada,

E há dias em que nada apetece partilhar, em que desejamos um espaço só nosso, e só nós com a chave,

Ora os objectivos definem a caminhada,

Ora não apetece caminhar porque as finalidades desapareceram,

Há dias em que apetece dançar e sentir,

E há dias em só nos apetece unicamente dormir,

A vida é isto, é ter, é deixar de ter,

É querer, é deixar de querer e querer outra coisa,

É sentir e deixar de sentir,

É ter vontade e deixar de a ter,

A vida é um misto de emoções mais ou menos fugazes,

Mas que não páram nem nos deixam parar,

Porque parar é morrer e quem não sente não é filho de boa gente!

Bom Natal!


publicado por teladosentir às 20:04

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.tags

. todas as tags